Carnes In Natura: Em junho frango foi o mais fraco na exportação de carnes

02/07/2014

Em junho passado, o desempenho mais fraco na exportação de carnes ficou com o frango, cujo volume recuou tanto em relação ao mês anterior (-11%), como em comparação ao mesmo mês do ano passado (-3%). 

O volume de carne bovina também recuou, mas só em relação ao mês anterior e em nível menor que o da carne de frango (-4%). Já em comparação ao mesmo mês do ano passado o volume embarcado aumentou 12%. 

Ótimo, mesmo, foi o comportamento da carne suína, pois o volume embarcado foi 13,5% superior ao registrado em junho do ano passado e cerca de 20% maior que o de maio de 2014. 

Melhor ainda é que o bom desempenho da carne suína não ficou restrito ao volume: o preço médio também apresentou avanço excepcional. De 19,25% sobre o mês anterior; e de quase 57% sobre junho de 2013. 

O corolário disso foi um aumento de receita de perto de 43% sobre maio de 2014 e de 78% (!) sobre o mesmo mês do ano passado, resultado que as carnes bovina e de frango não conseguiram acompanhar. 

É verdade que a receita da carne bovina aumentou perto de 22% sobre junho de 2013, mas ficou 3,62% abaixo da registrada em maio de 2014. A carne de frango, por sua vez, só obteve resultados negativos: quedas de 6,13% e de 3,68% sobre, respectivamente, maio de 2014 e junho de 2013. 

 

Fontes: AviSite/Secex/MDIC.


Compartilhe